• Gabriela Morais

Métricas de RH: Os indicadores de performance e sua importância para o desenvolvimento do negócio.

Atualizado: Fev 7


Métricas de RH são indicadores que servem para dar parâmetros para avaliar o desempenho de determinada ação, permitindo mensurar, monitorar e avaliar diferentes etapas dos processos, trazendo simplicidade, clareza e objetividade para a análise dos responsáveis.

Antes de tudo, é necessário compreender que um departamento de recursos humanos estratégico entende o impacto das pessoas nos resultados do negócio e tem atenção às oportunidades que se apresentam para demonstrar isso. Assim, é preciso mapear qual é o grande diferencial da empresa e pensar de forma estratégica para conduzir a equipe para bons resultados.


Vejam quais as 10 principais métricas de RH para o desenvolvimento de uma empresa:


1) Indicadores de Competência: a avaliação de competências traz para a organização o conhecimento necessário para ter equipes bem estruturadas e saber especificamente quais são as habilidades esperadas para uma determinada função, gerando, inclusive, oportunidade de crescimento dentro da empresa;


2) Indicadores de Desempenho: informar o resultado individual de cada time é de suma importância para ter uma visão sobre treinamentos que precisam ser desenvolvidos ou até mesmo para aplicar feedbacks, afim de aumentar a performance ou reconhecer bons colaboradores;


3) Indicadores de Liderança: o sucesso de uma empresa está diretamente ligado a um bom líder de frente, por isso, é importante criar indicadores de liderança para assegurar que os colaboradores serão direcionados positivamente na organização;


4) Indicadores de Cultura Organizacional: compreender o nível de satisfação dos colaboradores com relação ao clima e cultura organizacional pode ser o caminho para a atração e retenção de talentos, além de ser um diferencial para a qualidade de atendimento ao mercado;


5) Indicadores de Absenteísmo: mensurar os motivos das faltas e as justificativas mais comuns. Além disso, pode também ajudar na criação de estratégias que precisam ser efetivadas para gerar maior consciência e apoio à melhoria geral da saúde física e emocional das pessoas, gerando equipes mais produtivas e engajadas;


6) Indicadores de Frequência: é preciso acompanhar a pontualidade deles para medir o engajamento geral da equipe e o impacto dessa realidade nos resultados da empresa.

Os indicadores de frequência podem ser usados para que o líder dê retorno para seus funcionários, no sentido de fazer com que eles tenham mais compromisso com o trabalho e, consequentemente, melhor desempenho;


7) Indicadores de Rotatividade: a rotatividade evidencia se a organização está atrativa ou não para seus colaboradores. Para se manter sustentável, a meta de qualquer empresa é ter o menor índice de rotatividade possível;


8) Indicadores de Treinamento: os treinamentos são importantes para elevar de forma constante a capacidade e qualidade de seu time bem como oferecer novas oportunidades àqueles que já estão na empresa;


9) Indicadores de Capacidade e Eficiência: possibilita a identificação do quanto a equipe é produtiva. Entre os fatores que podem ser analisados com esse tipo de métrica, estão falhas internas, o tempo de execução das tarefas e os processos utilizados;


10) Indicadores de Recrutamento e Seleção: por meio de indicadores de RH, que apontam quais são os canais e estratégias mais eficientes de contratação, é possível aumentar a qualidade do trabalho e influenciar diretamente nos índices de indicadores listados acima.


Neste sentido, aproveitando o assunto sobre o último indicador, é importante falar sobre o FIT CULTURAL. Você sabe o que é?

Fit Cultural é um mecanismo que visa garantir uma contratação acertada. Ter um processo de recrutamento inteligente e alinhado às necessidades e características do negócio, ou seja, é um processo que identifica o encaixe do candidato à vaga em aberto. Aqueles que se encaixam perfeitamente à organização, além de terem melhor desempenho, estarão satisfeitos e felizes em suas posições, afinal, funcionário feliz é funcionário produtivo.


Mas, por que falar sobre fit cultural? O que tem a ver com as métricas de RH?

Bom, como supramencionado, o FIT CULTURAL está diretamente ligado com o recrutamento acertado, ou seja, o candidato ideal à vaga e isso, consequentemente, contribui para o desenvolvimento da empresa, afinal, os colaboradores, como o nome mesmo diz, COLABORAM para o desenvolvimento da empresa.


#recursoshumanos #gestaodepessoas #emprego #vagas #trabalho #empreendedorismo #departamentopessoal #empresas #empregos #consultoria #vagasdeemprego #empresa #capitalhumano #carreira #dp

21 visualizações0 comentário